segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

Eragon Resumo

Eragon, um jovem fazendeiro de 15 anos, é surpreendido quando uma pedra azul polida aparece
diante dele nos arredores das montanhas conhecidas como A Espinha. Eragon leva a pedra para a
fazenda onde mora com seu tio, Garrow, e seu Primo, Roran, fora o pequeno vilarejo de Carvahall.
Garrow e sua falecida esposa, Marian, criaram Eragon. Nada é conhecido sobre o pai de Eragon,
sua mãe, Selena, era irmã de Garrow e não é vista desde o nascimento de Eragon.
Mais Tarde, a pedra se quebra e revela um bebe dragão. Quando Eragon o toca, uma marca prateada
aparece em sua palma, e uma ligação irrevogável é formada entre suas mentes, fazendo de Eragon
um dos lendários Cavaleiros de Dragão. Ele chama o dragão de Saphira, depois ouvir o nome de um
dragão mencionado pelo contador de histórias do vilarejo, Brom.
Os Cavaleiros de Dragões foram criados há milhares de anos em conseqüência da devastação da
guerra entre elfos e dragões, em ordem de prevenir que ambas as raças lutassem entre si novamente.
Os Cavaleiros tornaram-se os pacificadores, educadores, curandeiros, filósofos naturais, e os
maiores de todos os magos, porque a junção com um dragão tornava-os magos. Durante sua
orientação e proteção, a terra desfrutou de uma idade de ouro.
Quando os humanos chegaram à Alagaësia, eles também foram adicionados a esta ordem de elite.
Depois de alguns anos de paz, os guerreiros Urgals mataram o dragão de um jovem cavaleiro
humano chamado Galbatorix. A perda de sua montaria enlouqueceu-o, e quando seus anciões
recusaram a dar-lhe outro dragão, Galbatorix levantou-se contra os Cavaleiros.
Ele roubou outro dragão, que chamou de Shruikan e forçou-o a servi-lo através de certas magias
negras, e reuniu ao seu redor um grupo de treze traidores: os Renegados. Com a ajuda de seus cruéis
discípulos, Galbatorix derrubou os Cavaleiros, matou seu líder, Vrael e declarou-se rei de toda
Alagaësia. Suas ações forçaram os elfos a retirar-se para dentro de suas florestas de pinheiros e os
anões se esconderem em seus túneis e cavernas, e nenhuma raça agora aventura-se além de suas
moradas secretas. O embate entre Galbatorix e as outras raças tem durado mais de cem anos,
durante os quais todos os renegados morreram de várias causas. É nessa tensa situação política que
Eragon é forçado a adentrar.
Alguns meses depois de Saphira nascer, dois estranhos ameaçadores parecidos com besouros
chamados Ra’zac chegam a Carvahall, procurando pela pedra que era o ovo de Saphira. Eragon e
Saphira fogem para evadir-se deles, mas eles destroem a casa de Eragon e matam Garrow. Eragon
resolve ir a seu encalço e matar os Ra’zac. Quando ele saia de Carvahall, o contador de histórias,
Brom, que sabe da existência de Saphira, aborda Eragon e pede para acompanhá-lo. Brom dá a
Eragon uma espada vermelha pertencente a um Cavaleiro do Dragão, Zar’roc, entretanto recusa-se a
dizer como a conseguiu.
Eragon aprende muito com Brom durante sua viagem, incluindo como lutar com espadas e usar
magia. Quando eles perdem o rastro dos Ra’zac, eles vão para a cidade portuária de Teirm e visitam
Jeod um velho amigo de Brom, que Brom pensa poder ajudá-los a localizar o covil dos Ra’zac. Em
Teirm, eles descobrem que os Ra’zac vivem em algum lugar próximo da cidade de Dras-Leona.
Eragon também tem sua sorte lida pela herbolária Angela e recebe dois estranhos conselhos de seu
companheiro, o menino-gato Solembum.
No caminho para Dras-Leona, Brom revela que ele é um agente dos Varden – um grupo de rebeldes
dedicados a derrotar Galbatorix, e que ele tem se escondido em Carvahall, esperando pelo novo
Cavaleiro do Dragão aparecer. Vinte anos atrás, Brom, estava envolvido no roubo do ovo de
Saphira de Galbatorix e, no processo, matou Morzan, primeiro e último dos Renegados. Somente
dois outros ovos de dragão ainda existem ambos em posse de Galbatorix.
Próximo de Dras-Leona, eles encontram os Ra’zac, que ferem mortalmente Brom, enquanto ele
protegia Eragon. Um misterioso jovem chamado Murtagh afugenta os Ra’zac. Em seu último
suspiro, Brom confessa que ele também já foi um Cavaleiro e que seu dragão assassinado era
chamado Saphira.
Eragon e Saphira então decidem juntar-se aos Varden, mas Eragon é capturado na cidade de Gil’ead
e é levado diante de Durza, um malvado e poderoso Espectro que serve Galbatorix. Com a ajuda de
Murtagh, Eragon escapa da prisão, levando consigo a elfa Arya, outra prisioneira de Durza e
embaixadora dos Varden. Arya foi envenenada e requer ajuda médica dos Varden.
Perseguido por um contigente de Urgals, os quatro fogem para o refugio dos Varden nas gigantes
Montanhas Beor, que possuem 16 km de altura. As circunstâncias forçam Murtagh, que não queria
ir até os Varden, a revelar que é filho de Morzan. Murtagh, contudo, condenou os crimes de seu
falecido pai e fugiu da corte de Galbatorix para procurar seu próprio destino. E ele diz a Eragon que
a espada Zar’roc pertenceu a seu pai.
Antes de eles serem dominados pelos Urgals, os Varden, que vivem em Farthen Dûr, uma
montanha escavada que é também casa da capital dos anões, Tronjheim, resgata Eragon e seus
amigos. Uma vez dentro, Eragon é levado a Ajihad, líder dos Varden, enquanto Murtagh é
aprisionado por causa de sua relação com Morzan.
Eragon encontra com o rei anão, Hrothgar, e a filha de Ajihad, Nasuada, e é testado pelos gêmeos,
dois muito odiosos magos que servem Ajihad. Eragon e Saphira também abençoam um bebê órfão
dos Varden enquanto os Varden curam Arya de seu envenenamento.
A permanência de Eragon é interrompida pelas notícias da aproximação de uma armada Urgal às
escondidas, através dos túneis dos anões. Na batalha que segue, Eragon é separado de Saphira e
forçado a lutar com Durza sozinho. Muito mais forte que um humano, Durza facilmente derrota
Eragon, cortando suas costas do ombro a cintura. Nesse momento, Saphira e Arya quebram o piso
da câmara, uma estrela de safira de 18 metros quadrados, distraindo Durza o suficiente para Eragon
golpea-lo no coração. Livre dos encantos de Durza, que estava controlando-os, os Urgals recuam.
Enquanto Eragon jaz inconsciente depois da batalha, ele é telepaticamente contatado por um ser que
se identifica como Togira Ikonoka, o Imperfeito que é perfeito. Ele estimula Eragon a procurá-lo
por instruções em Ellesméra, a capital dos elfos.
Quando Eragon acorda, ele tem uma grande cicatriz em suas costas. Espantado, ele também percebe
que só derrotou Durza por pura sorte e que ele precisa desesperadamente de muito treino. E no fim
do primeiro livro, ele decide que, sim, ele procurará este Togira Ikonoka e aprenderá com ele.
Eldest começa três dias depois de Eragon derrotar Durza. Os Varden estão se recuperando da
Batalha de Farthen Dûr, e Ajihad, Murtagh, e os gêmeos têm caçado os Urgals que escaparam
dentro dos túneis abaixo de Farthen Dûr depois da batalha. Quando um grupo de Urgals toma-os de
surpresa, Ajihad é morto e Murtagh e os Gêmeos desaparecem no confronto. O concelho dos
Anciões dos Varden aponta Nasuada para suceder seu pai como nova líder dos Varden, e Eragon
jura lealdade a ela como vassalo.
Eragon e Saphira decidem que eles deveriam ir para Ellesméra para começar seu treinamento com o
Imperfeito que é Perfeito.

3 comentários: